140 milhões para produzir bioetanol em Idanha-a-Nova

gg_logo.gif

A multinacional Global Green prepara-se para apresentar à Agência Portuguesa de Investimento (API) o projecto de construção de uma fábrica de produção de bioetanol, a partir de cana-de-açúcar e sorgo sacarino, em Idanha-a-Nova. Além da fábrica, o projecto prevê uma unidade de produção de energia eléctrica, através de biomassa, e um centro de investigação de agricultura científica e tecnológica, numa área de 40 hectares. “Trata-se de um investimento da ordem dos 140 milhões de euros, que será submetido à API como Projecto de Interesse Nacional (PIN)”, disse ao Diário XXI, Luís Manso, investidor da Global Green.
O projecto ainda não foi submetido, porque os accionistas aguardam a conclusão das negociações entre a Câmara de Idanha, Ministério da Agricultura e a empresa Lazer & Floresta para a compra dos terrenos pela autarquia. Segundo Álvaro Rocha, presidente da autarquia, os terrenos para a construção da fábrica e da central eléctrica estão negociados com a empresa. “Sei que o conselho de administração aceitou a nossa proposta e estou à espera que o digam por escrito para fazermos o contrato”, afirmou ao Diário XXI.

Ler mais em Diário XXI

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: