Portugal deixará de importar electricidade de Espanha em 2012

jose_penedos_dest.gif

Portugal está preparado para deixar de importar energia eléctrica de Espanha a partir de 2012, devido ao aumento da produção energética no país através de barragens e turbinas eólicas, disse José Penedos, presidente da Redes Energéticas Nacionais (REN), em entrevista à Bloomberg.

A balança comercial energética com Espanha tem sido “desfavorável” para Portugal nos últimos cinco anos, mas pode melhorar à medida que Portugal aumenta a produção de energias renováveis.

“Estou à espera que nos próximos cinco anos, a tendência seja para atingirmos um equilíbrio”, disse o presidente da REN na entrevista à agência de notícias.

Em 2010 o objectivo do Governo passa por ter 45% da produção de electricidade através de fontes renováveis, reduzindo as importações do exterior.

No âmbito da criação do Mercado Ibério de Electricidade (Mibel) a REN pretende construir três novas ligações eléctricas entre Portugal e Espanha, até 2010. Uma entre Algarve e Huelva, outra no Minho e uma terceira que pode ficar localizada perto de Bragança.

No gás natural a REN pretende duplicar a sua capacidade de armazenamento para 500 mil metros cúbicos. Esta área de negócio representará um terço do volume de negócios da empresa e a electricidade o restante. Nos próximos seis anos a procura de gás natural deverá quase duplicar, à medida que a construção de centrais de ciclo combinado aumentam.

Jornal de Negócios

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: