Ambiente: Reflorestação é mais eficaz do que biocombustíveis

A manutenção das florestas e campos ou a reflorestação são mais eficazes para a protecção do clima do que as culturas agrícolas destinadas à produção de biocombustíveis, revela um estudo publicado hoje na revista Science.

A reflorestação permite, de acordo com a investigação, reter duas a nove vezes mais gás carbónico, por um período de 30 anos, do que as emissões de dióxido de carbono que seriam economizadas pelo uso de biocombustíveis.

Ao absorverem o dióxido de carbono necessário ao seu crescimento, arbustos e árvores desempenham um papel de «poço de carbono» na atmosfera, adianta o estudo.

Segundo os investigadores Renton Righelato, da associação ambientalista World Land Trust, e Dominick Spracklen, da universidade britânica de Leeds, os responsáveis políticos deveriam concentrar-se na melhoria da eficácia energética dos combustíveis fósseis, na conservação de florestas e savanas e na recuperação de campos, em vez de apostarem nas terras que não são necessárias para a alimentação.

Os biocombustíveis têm sido utilizados na substituição dos combustíveis tradicionais, como o petróleo, e na redução das emissões de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento do Planeta.

Diário Digital

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: