Óbidos poderá ser a primeira eco-vila portuguesa

O objectivo a que se propõe a Câmara Municipal de Óbidos é o de baixar o consumo energético em 40 por cento, ou seja, o dobro daquilo que a União Europeia exige, até 2020, tornando-se a primeira eco-vila do país.

«É um objectivo possível de alcançar mesmo antes dessa data. Só a iluminação pública vai permitir uma redução de 20 por cento», disse Humberto Marques, vereador do ambiente da Câmara Municipal de Óbidos, ao RCP.

Para isso, a autarquia já adoptou 24 medidas para reduzir os gases com efeito de estufa, incluindo a substituição progressiva das lâmpadas incandescentes nos edifícios municipais e iluminação pública.

Esta iniciativa vai passar também pelas habitações sociais, que vão produzir energética renovável: «Quisemos dar oportunidade às famílias mais carenciadas de lhes reduzir o seu custo mensal. Estas pessoas vão ter um painel fotovoltaico, um painel solar, todos os meios de redução energética, como vidros de alumínio, para terem uma habitação com a maior eficiência possível».

A Câmara de Óbidos pretende que toda a frota municipal passe a mover-se a energia eléctrica e, depois, com o recurso ao biodisel. «Temos todas as condições para começar a introduzir o biodiesel presumo que em finais de Setembro. Poderemos falar numa redução de 30 por cento só com a frota municipal», assegurou.

Só no último ano, a reciclagem permitiu ao município reduzir em 440 toneladas as emissões de CO2.

Diário IOL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: