Mira Amaral diz que futuro está na energia nuclear

A energia nuclear deverá resolver os problemas de dependência dos combustíveis fósseis. Esta é a opinião do economista Mira Amaral que considera que «as renováveis sozinhas não conseguem resolver essa dependência».

«O nuclear não pode ser um tema tabu, nem aceito que assim seja. Tem de ser feita a análise custo/benefício», afirmou à margem da conferência Pricewaterhouse Coopers «O Governo das Sociedades», que decorre esta sexta-feira em Lisboa.

«Nuclear não é perfeito»

Mira Amaral reconhece, no entanto, «que o nuclear não é perfeito» e o mesmo se passa com as renováveis. «Começamos a assistir a um excesso de torres eólicas e qualquer dias as populações começam a não aceitar esta fonte alternativa de energia», refere.

O economista chama a atenção de que este tema foi lançado há dois anos pela Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) e pela Ordem dos Economistas mas que só começou a se falado quando foi defendido pelo Governador do Banco de Portugal. «Pelos vistos Vítor Constâncio tem mais audiência do que a CIP ou a Ordem dos Economistas», conclui.

Recorde-se que, recentemente, a Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Associação Industrial Portuguesa (AIP) e a CIP admitiram que a energia nuclear tem de ser equacionada e que as energias renováveis não seriam suficientes para responder às necessidades da procura.

IOL Diário

Anúncios

2 comments

  1. Célio Rafael

    Homem de poucas ideias, deve ser da idade. E O lixo NUCLEAR põe em que sítio, em África ou na mina de Salgema de Loulé. Esta última ideia era boa, porque a salgema tem características plásticas, ou seja, em caso de terramoto é um bom vedante, mas esta solução também está fora de questão porque essa mina vai ser um Hotel de 5 ou 6 estrelas. Quer isto dizer turismo subterrâneo…

  2. Aqui no Brasil temos os melhores exemplos de omissão e falta de estrutura na área nuclear. O Maior acidente radiológico urbano do mundo foi em Goiânia, e pasmas queridos irmãos, não foi devido a nenhuma usina nuclear mas sim um aparelho de radioterapia que foi ABANDONADO em um terreno baldio!!

    As formas de exposição nuclear são variadas, mas seus riscos não, até porque, segundo os estudos que temos somente o câncer pode ser diretamente vinculado, outro ponto que dificulta muito o reconhecimento das vítimas.

    Qual é o custo do “progresso”? E afinal, para onde vai “tanta” energia? Estamos mirando o elefante, mas o rato também nos atinge!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: