Falta de financiamento atrasa Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética

O problema do Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética (PNAEE) é a falta de financiamento. O documento foi publicado há cerca de ano e meio, mas continua com muitas medidas que não passaram do papel. Por isso, alerta a Quercus, «deve ser uma prioridade do próximo Governo dotar financeiramente este plano que constitui um potencial valor acrescentado para o País, dado que veio apresentar medidas que ainda não estavam contempladas, nomeadamente no Programa Nacional para as Alterações Climáticas (PNAC)».

Entre as medidas prioritárias que deverão avançar na próxima legislatura, a associaçao ambientalista aponta os planos de mobilidade urbana em parques empresariais e industriais, sendo que centros empresariais ou parques industriais com mais de 500 trabalhadores devem possuir um plano de mobilidade integrado. A substituição do parque de equipamentos ineficientes, nomeadamente de equipamentos de frio, frigoríficos, congeladores e de tratamento de roupas eficientes, bem como a troca de lâmpadas (phase-out de lâmpadas incandescentes) são outras das prioridades.

No lote das medidas mais urgentes está ainda o desincentivo à aquisição de novos equipamentos ineficientes, através de uma taxa para equipamentos ineficientes; a implantação das medidas janela eficiente, que abrange a renovação de superfícies envidraçadas; e o isolamento eficiente, mediante a instalação de materiais isolantes. Por outro lado, a aposta na certificação energética dos edifícios do Estado, no Green Procurement – com a introdução de critérios de eficiência energética na aquisição de equipamentos e a qualificação de empresas em concursos limitada a entidades com planos de melhoria da eficiência energética aprovados -, além da iluminação pública eficiente, através da instalação de reguladores de fluxo como garante da melhoria de eficiência energética na iluminação pública, de sistemas de controlo de tráfego e da substituição das fontes luminosas nos sistemas de controlo de tráfego e peões (tecnologia LED), fecham as recomendações prioritárias da associação ambientalista.

Ambiente Online

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: