Expo Energia 2009: DGEG estuda alterações legislativas ao sistema de microprodução

Actualmente a procura de registos para as unidades de microprodução é muito maior do que a oferta possível, originando dificuldades na plataforma do Sistema de Registo da Microprodução.
A forma de ultrapassar as dificuldades do registo de unidades de microprodução será através da aproximação entre a oferta e a procura. Tal só pode ser feito com uma alteração legislativa, que a Direcção Geral de Energia e Geologia está a estudar. «Estamos a tentar melhorar a parte do processo de registo, onde tem havido alguma insatisfação», revelou o director geral de energia e geologia ao AmbienteOnline, à margem da Expo Energia 2009.
Sem adiantar pormenores, José Perdigoto avançou que está a ser «trabalhada uma proposta, com os parceiros, com as associações, a qual queremos que esteja concluída o mais brevemente possível».

Mas já não será neste ano, indicou. De qualquer modo, ressaltou o responsável, na última sessão «já introduzimos uma melhoria: conseguimos reduzir a duração do período de registo em várias horas, porque o facto de o processo demorar muito tempo também criava uma certa insatisfação e exigia meios humanos. Tínhamos cerca de 5000 pré-registos e conseguimos fechar mais de 1000, o que significa uma taxa de 20 por cento. Os outros terão de continuar a tentar nas próximas oportunidades», disse.

Ambiente Online

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: