Gordura da carne transformada em biocombustível

A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), a Universidade do Minho e a empresa Irmãos Monteiro uniram-se para desenvolver um projecto de transformação da gordura da carne em biocombustível. A parceria, que engloba também um matadouro da Beira Litoral, deu origem ao projecto “FatValue”, financiado pela Agência de Inovação.

Além do biocombustível, os investigadores do “FatValue” estão a estudar outras formas de aproveitar os resíduos do abate de aves, bovinos, suínos e caprinos. As soluções serão depois implantadas nos parceiros empresariais, antes de Março de 2011, de forma a testar as aplicações úteis das descobertas laboratoriais.

Uma das aplicações a ser investigada é o uso de ossos animais para a produção de biomateriais de regeneração óssea em humanos. «Nem todos os ossos podem ser usados para produzir biomateriais, mas é possível usar neste processo alguns deles, como por exemplo, ossos bovinos, como a tíbia», afirma o docente da FEUP, Manuel Fonseca Almeida, responsável pelo “FatValue”.

Lançado em 2009, o projecto permite dar resposta a um problema ambiental, de saúde pública e mesmo financeiro, já que a gestão diária do abate destes animais representa um custo de vários milhares de euros, de acordo com o comunicado de imprensa da FEUP.

Ambiente Online

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: