Cientista cria etanol à base de casca de fruta e jornal

As cascas de frutas, sobretudo de laranja, e o papel de jornal poderiam ser usados na produção de álcool combustível (etanol), revelou um estudo publicado hoje no Plant Biotechnology Journal.

Esse tipo de combustível do futuro é mais limpo que o etanol derivado do milho, que, por sua vez, é mais poluente que a gasolina, segundo as pesquisas de Henry Daniell, cientista da Universidade Central da Florida.

Segundo Daniell, com o álcool à base de frutas e papel, seria possível «proteger o ar e o ambiente das próximas gerações».

A tecnologia para a produção do combustível, desenvolvida com financiamento do Departamento de Agricultura dos EUA, utiliza uma combinação de enzimas para transformar as cascas de laranja e outros materiais residuais em açúcar, que é fermentado para a sua conversão em etanol.

Este álcool combustível, segundo o artigo publicado, produz menos gases com efeito de estufa que a gasolina ou a energia eléctrica. E como os resíduos usados no processo são abundantes, a produção do etanol de frutas e jornal não comprometeria a de alimentos nem provocaria um aumento nos preços destes.

One comment

  1. zemsantos

    Que a energia eléctrica nos EUA onde é produzida maioritariamente a partir do carvão. Cá em Portugal à noite já somos 100% renováveis durante varias horas por dia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: