ONU defende adopção mundial de lâmpadas de baixo consumo

A ONU apelou à comunidade internacional para trocar as lâmpadas incandescentes pela iluminação fluorescente, com menor consumo energético, o que pode representar uma economia de milhares de milhões de dólares e uma medida eficaz para mitigar as alterações climáticas.
Cerca de 40 países já têm programas nesse sentido, disse o Programa Ambiental da ONU num relatório emitido durante a conferência climática da ONU, que está a decorrer em Cancún.

A geração da electricidade para a iluminação, muitas vezes pela queima de combustíveis fósseis, representa mais de 8% das emissões globais de gases com efeito de estufa, afirma o estudo.

A adopção de lâmpadas mais eficientes poderia reduzir em 2% a procura por electricidade para a iluminação.

O estudo foi patrocinado pelo Programa Ambiental da ONU e pelas empresas Osram e Philips, que fabricam lâmpadas.

O texto diz que o Brasil, por exemplo, seria um dos maiores beneficiados, com uma economia de 2 mil milhões de dólares por ano.

Já a Indonésia, poderia economizar mil milhões por ano e cortar 8 milhões de toneladas nas emissões de gases com efeito de estufa, o equivalente a retirar 2 milhões de carros das estradas.

Diário Digital

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: