Alentejo: Maior central solar do mundo operacional em Março

442700_serpa.jpg

A maior central solar do mundo, em construção no concelho de Moura, deverá começar a funcionar em Março, num investimento de 237,6 milhões de euros para produzir energia «limpa» para a rede eléctrica nacional durante 25 anos.

A Central Solar Fotovoltaica de Amareleja, com uma capacidade instalada de 46,41 megawatts (MW) pico e 35 MW de potência de injecção na rede, está a ser construída num terreno de 250 hectares, perto daquela vila do concelho de Moura (Beja) e considerada a «terra mais quente de Portugal», devido aos recordes de temperatura máxima no Verão.

«Numa primeira fase, a central deverá começar a produzir e injectar energia na rede durante a primeira quinzena de Março, quando estiverem instalados os primeiros 2,5 MW», adiantou hoje à agência Lusa Francisco Aleixo, director-geral da Amper Central Solar, empresa criada para construir e gerir a central e propriedade da Acciona, líder do mercado espanhol de energias renováveis.

Segue-se a instalação dos restantes MW «até ao final deste ano», altura em que a central deverá começar a funcionar em pleno, para produzir cerca de 93 mil MW de energia por ano, o suficiente para abastecer 30 mil habitações, acrescentou o responsável.

Diário Digital

14 comments

  1. A. Costa Gomes

    Os meus parabéns pelo Vosso trabalho em prol de um ambiente mais saudável e de uma economia mais sutentável. Sempre fui um adepto “fervoroso” das energias alternativas quando comecei a ter conhecimento que existiam. Eu mesmo ofereci á minha filha, que vive no Ribatejo, o aquecimento solar de águas sanitárias. Estão contentes. Inscrevi-me num curso para estudar mais em profundidade as energias alternativas. Gostava de ter mais conhecimentos sobre a fotovoltaica nomeadamente os custos para abastecer e sustentar uma casa com 4 pessoas. Toda a informação que me possam dar é bem-vinda. Saudações e continuação de bom trabalho. Costa Gomes

  2. Catarina

    Gostaria de saber quem esteve encarregue destas construçoes e quem foram os concorrentes (se é que os houve) obrigado.

  3. Gostaria de saber mais sobre as vantagens e desvantagens deste tipo de energias (Fotovoltaica)bem como quais as localidades em Portugal que fazem os seus aproveitamento. Obrigada.

  4. O meu parabéns a quem desenvolveu e trabalhou para a existência deste projecto,é um passo para um ambiente mais saudável e independência energética do nosso Pais

  5. Gostaria de saber se é possível a particulares instalar nos seus telhados paineis fotovoltaicos e se o estado apoia,l tal como acontece aqui na Alemanha há muitos anos.
    Ou será que o Estado só investe à margem da populaç1bo.
    Atenciosamente
    António Justo

  6. Gomes Henriques

    É pena o Estado apostar nestes megaprojectos em vez de distibuir esta potência pelos telhados dos portugueses. Se o fizesse estaria a distribuir a produção da energia por onde ela é efectivamente consumida, e estaria também a distribuir por milhares de familias os lucros que estas Empresas vão gerar e distruibuir pelo seu Conselho de Administração e Accionistas.
    Estes megaprojectos só se fazem cá, por isso são as maiores Centrais do Mundo, não é por sermos os maiores das Renováveis. Técnicamente são desaconselháveis, mas vão dar muito dinheiro a alguns.

  7. Orlando Fernnades Figueira

    Gostaria de obter informação sobre o estado da “arte” no que respeita a painéis fotovoltaicos para utilização em habitação própria, bem como a forma de se injectar o excedente dessa produção na rede.

  8. Gostaria de saber se é possivel adquirir painéis fotovoltaicos para utilização própia e o que fazer com o excedente.

  9. Sou directora de uma escola profissional que pretende abrir cursos na área das energias renováveis. Gostaria de saber se os Orgãos de direcção estão interessados em realizar um protocolo com a nossa escola.
    os meus cumprimentos

  10. É engraçado como andam todos enganados. Estamos a ficar mais pobres à conta destas histórias, e andam todos alegres?
    Ecotretas

  11. Pingback: O Brasil é um pais ensolarado que despreza a energia solar « Henrique Cortez Weblog

  12. Paulo Teixeira

    Gostaria de saber onde me posso informar do que é necessario para a intalação de uma pequena central fotovoltaica. Custos de instalação, rentabilidade,etc.

  13. Estai atentos alentejanos!
    Os vossos terrenos serão um grande objecto de especulação. A energia fotovoltaica e eólica será uma grande fonte de enriquecimento para quem terras!
    Pena que o governo não subsidie mais os particulares.
    Precisa-se duma democratização da economia.
    Podia começar-se por aqui!
    Um abraço
    António Justo

    • Paulo

      Para quem não sabes, existem e existiram muitos incentivos para a implementação de energias renovaveis em nossas casas, como o programa “Renovaveis na hora”, e “O sol quando nasce, nasce para todos”.
      Basta ler um pouco ou vasculhar em forums para perceber que existem vários incentivos para implementação de energias renovaveis em nossas casas bem como outras medidas de eficiência energética.
      Podem visitar o site da ADENE, http://www.adene.pt e vêm muita coisa sobre isso😉

      Abraço e espero ter ajudado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: